Troca de Ideias Voltar

Mindfulness – o que é e quais são os benefícios para o tratamento do câncer?


Em abril deste ano, especialistas em oncologia do mundo inteiro discutiram os benefícios do mindfulness para os pacientes em tratamento de câncer na ASCO 2018, reunião anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (Asco 2018), maior evento internacional da área. Mas afinal, o que é mindfulness? Denominado como um estado de atenção plena, onde se percebe somente o momento presente, o objetivo da prática mindfulness é adquirir a habilidade de notar o que está acontecendo em sua mente:

– Você é capaz de colocar a atenção onde realmente deseja?

-Você tem o mínimo de autonomia pela sua atenção?

Quando existe consciência no que é pensado, é muito mais fácil liberar a bagagem mental, identificando o que pode ser descartado.

De acordo Marcelo de França, fisioterapeuta especializado na metodologia Mindfulness, nós temos uma habilidade muito grande de projetar o futuro e relembrar o passado. Tudo isso é importante para que possamos fazer planos, organizar o nosso dia, mas nos tornamos tão bons nesse tipo de habilidade, que deixamos a desejar no quesito “viver o que está acontecendo agora”.

E para o indivíduo com câncer é essencial vivenciar o “aqui e agora”, caso contrário ele poderá ficar:

  • castastrofizando a sua condição;
  • tornando seus pensamentos apenas preocupações;
  • prevendo resultados negativos.

Benefícios do mindfulness ao paciente oncológico

Segundo Marcelo, quando se desenvolve a atenção plena, da mente no presente, vários sistemas acabam funcionando de uma maneira mais saudável. O especialista nos conta ainda que, ao trazer a atenção ao momento presente, as emoções tendem a se equilibrar, a velocidade mental de pensamentos a desacelerar e isso pode gerar um impacto biológico positivo:

  • diminuição da pressão arterial;
  • diminuição da ansiedade;
  • diminuição da fadiga;
  • diminuição da insônia;
  • diminuição da depressão;
  • aumento da qualidade de vida;
  • aumento do bem-estar;
  • melhora do sistema imunológico;

Todos esses benefícios são de grande valia às pessoas diagnosticadas com câncer, já que a doença não se trata apenas do tumor, mas de um pacote de sintomas.

Programa Mindfulness na São Carlos

Pensando em trazer todos esses benefícios aos pacientes que realizam tratamento no hospital, a São Carlos desenvolveu, em parceria com Marcelo de França, o Programa Mindfulness para seus pacientes.

“O Programa Mindfulness vem junto das mudanças no tratamento oncológico, que traz a humanização como destaque. Muito mais que um paciente, existe uma pessoa que precisa ser acompanhada com um cuidado integral. Na São Carlos não tratamos doenças, cuidamos individualmente de pessoas.” – Jéssica Riba, psico-oncologista da São Carlos Saúde Oncológica.

O Programa é um projeto piloto do hospital, realizado em oito sessões semanais ao longo de dois meses. A ideia é entender como estes pacientes estão sendo beneficiados diretamente com a prática, a partir do acompanhamento da equipe médica e multidisciplinar.

“Antes de qualquer coisa, todos nós somos indivíduos que carregamos um histórico, sentimentos e o nosso jeito de levar a vida. E é tudo isso que vai nos mostrar como encararemos os nossos maiores desafios. Hoje entendemos que tudo o que a pessoa leva dentro de si pode ser refinado ao seu favor. E por isso, principalmente no contexto do câncer, é muito importante utilizar as ferramentas que existem dentro de nós para que possamos enfrentar esse desafio” – afirma Marcelo de França, fisioterapeuta especializado na metodologia Mindfulness e parceiro da São Carlos no Programa Mindfulness para pacientes oncológicos em tratamento no hospital.

Como praticar o mindfulness?

homem praticando a atenção plena mindfulnessA prática do mindfulness trabalha com o direcionamento da atenção, utilizando-se de sensações corporais: respiração, movimentos, postura, audição.

A ideia é sair do “piloto automático”, ou seja, não apenas julgar se algo é bom ou ruim devido a circunstâncias passadas, mas, perceber o momento como realmente é, ter consciência de cada uma das atitudes e sensações.

“É preciso coragem para mudar a maneira de enfrentar os desafios. Desafie-se e encare os desconfortos das mudanças de hábito, isso lhe ajudará em seu tratamento e a construir um estilo de vida melhor.” – finaliza Marcelo de França.