Troca de Ideias Voltar

Novembro Azul alerta homens para a prevenção e diagnóstico do câncer de próstata


Após o mês de outubro e o fim da ação Outubro Rosa, o movimento Novembro Azul chega para alertar a população sobre a importância da conscientização e da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata, o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma.

Apesar de ser considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos, alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos causando metástase. A grande maioria, porém, cresce de forma tão lenta que não chega a dar sinais durante a maior parte da vida. O recomendado é que homens a partir dos 50 anos façam o exame anualmente como forma de prevenção.

Novo exame PET/CT com 68Ga-PSMA

Para auxiliar no tratamento da doença, a São Carlos Saúde Oncológica, conta com o exame PET/CT com 68Ga-PSMA, que é capaz de identificar e localizar as células doentes, possibilitando um diagnóstico preciso do estágio da doença.

O novo PET/CT 68Ga-PSMA, contribui para uma investigação mais completa e eficaz do câncer de próstata. O PET/CT é um dos equipamentos mais modernos de diagnóstico por imagem e utiliza técnicas da medicina nuclear e da radiologia para uma localização mais precisa de tumores, tornando-se fundamental para avaliação do estágio da doença.

O exame se baseia na presença de uma proteína na superfície celular, o antígeno membrana específico da próstata.  Essa substância é expressada neste tipo de câncer e nos seus focos metastáticos. Ao utilizá-las como alvos, o 68Ga-PSMA é capaz de identificar e localizar as células doentes, contribuindo para a escolha da melhor conduta médica para o paciente. E, quanto mais cedo o exame for realizado, mais rápido será definida a conduta terapêutica, o que consequentemente aumenta a chance de êxito no tratamento.

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), o principal motivo da mortalidade no câncer de próstata é por conta do preconceito dos homens em fazer o exame do toque retal, fundamental para descobrir a doença. Como esse exame deixa de ser realizado na maioria das vezes, cerca de 20% dos casos são diagnosticados em estágios avançados , o que torna o tratamento mais complicado e diminui as suas chances de sucesso.